Arquivo do mês: outubro 2010

20 anos do Bicampeonato de Ayrton Senna

Ontem, 21/10 fez 20 anos que Ayrton Senna se tornou Bicampeão de Fórmula 1, você se lembra como foi? Veja no vídeo abaixo.


Redes Sociais na EaD

Este post iniciou com o nome “O uso do twitter na educação”, mas no meio dele me dei conta de que os questionamentos que eu fazia estavam sendo respondidos aqui mesmo e parecia que eu estava chovendo no molhado. Também na semana passada este assunto criou polêmica em um evento promovido pela UnisulVirtual, leia mais aqui.

Na verdade a questão a ser discutida não é se devemos usar ou não, mas como usar, qual a estratégia, quem é o meu público, eles tem acesso as redes, eles tem perfil para acessar as redes sociais?, cada caso pede uma estratégia diferente e no fundo voltamos novamente a questão da formação de professores para o uso das tecnologias.

Se antes tinhamos que formar para o uso do vídeo e do computador, dos softwares instrucionistas e construcionistas, agora a formação é para a Web 2.0, para o compartilhamento de informaçöes, para a escrita e autoria colaborativa, para as rede sociais.

Uma questão que não concordo neste momento é a substituição dos ambientes Formais de Aprendizagem (no caso de um curso EaD o espaço é o Ambiente Virtual da Instituição) pelas Redes Sociais, até porque o esforço em você sair de um Ambiente Controlado para uma rede social, no caso o Twitter ou um Fórum de discussão do Orkut é muito grande para o professor, que além de monitorar o Ambiente “oficial” tem que mediar as discussões fora dele, o que nem sempre é fácil.

Penso que o caminho neste momento é incentivar os alunos a se inserirem nas redes, passar perfiis interessantes do twitter para que os alunos sigam, blogs interessantes para serem acessados, vídeos do youtube, comunidades do Orkut, Delicious, Slideshare.

Se o professor simplesmente linkar estes recursos ao Ambiente Oficial da disciplina/curso, já estará dando um grande passo para inserir os alunos nas Redes Sociais.

Este post não acaba aqui, estarei dando sequencia ao asssunto pesquisando casos e estratégias reais de uso das redes no ensino presencial e a distância.


The Conversation Prism


Recursos Web 2.0: Prezi

O Prezi é um editor de apresentações online que serve como alternativa ao Power Point, seu diferencial são as possibilidades de zoom e movimento que dão a impressão de estarmos assistindo a um vídeo. Abaixo um exemplo de uso do Prezi, clique para assistir.

A Morte do Power Point

Criar apresentações no Prezi é muito simples, o cadastro no site é simplificado, e uma dica é se cadastrar como professor ou aluno de uma instituição de ensino, desta forma o espaço para armazenagem das apresentações fica em 500 mega (para quem se cadastrar como um usuário normal o espaço é de100 mega).

Existem ainda as opções pagas que dão maior espaço de armazenagem, o valor fica na faixa de 50 dólares por ano.

Um dica para quem for se cadastrar como professor/aluno é utilizar o email institucional, me parece que a checagem das informações é feita através do domínio do email.

Após o cadastro feito eu sugiro que se assista aos tutoriais para se aprender a usar o programa, apesar de ser em inglês as imagens são bem ilustrativas e de facil entendimento.

A dificuldade que algumas pessoas podem ter em usar o Prezi é por conta de que no Power Point sempre iniciamos com um slide em branco, selecionamos um fundo, um modelo de Slide, etc, no caso do Prezi nós iniciamos do nada, com um espaço infinito, o que para muitos pode ser um pouco complicado para se iniciar a apresentação.

Tela que mostra o início de uma apresentação no Prezi

 As apresentações criadas podem ser utilizadas diretamente no site, existe a opção de tela cheia, e os controles podem ser feitos pelo teclado do computador. Existe também a possibilidade  de se fazer download da apresentação para o computador no caso de ser necessário utilizar a apresentação em um ambiente sem internet.

Neste caso é gerado um arquivo executável que pode ser executado normalmente como um programa, as apresentações são em flash, mas o próprio arquivo gerado incorpora o player e a apresentação pode ser executada mesmos de computadores que não tenham o flash instalado.

Como ponto negativo do Prezi fica apenas o fato de existiram ainda poucas opções de layout para uso, coisa que deve ser resolvida com o tempo e também a dificuldade de se fazer embed das apresentações aqui no wordpress.

 


Síntese da palestra do Moran na UNIVALI

No dia 05 de outubro de 2010 a UNIVALI recebeu o professor José Manuel Moran para palestrar na Abertura do III Simpósio do Núcleo da Licenciaturas e V Colóquio em Educação. Na sequencia coloco algumas pinceladas do que foi dito por Moran.

Moran inicia sua fala invocando o conceito de Educação Aberta, dizendo que cada vez mais aprenderemos menos face a face, o que não significa somente cursos na modalidade EaD, mas sim um mix entre presencial e EaD.

Moran questionou os alunos das licenciaturas presentes no auditório quanto ao mundo em que vamos ensinar nossos alunos e e citou alguns exemplos de novas tecnologias, falando principalmente de convergência e mobilidade.

Em sua fala Moran criticou muito o modelo atual de disciplinas semi presenciais (portaria dos 20%) aplicado em várias universidades que ele conhece, em sua opinião o modelo deveria contemplar não somente algumas disciplinas, mas todas as disciplinas do curso, mesclando EaD e Presencial dentro destes 20%.

Slide Utilizado por Moran

 

Moran também falou de Ambientes informais de aprendizagem ,citando o exemplo de um curso onde as discussões mais interessantes aconteciam fora do ambiente virtual oficial da instituição. E novamente tocou no assunto da mobilidade falando que em breve teremos muitos alunos em sala com Smartfones que são mais baratos que notebooks ou netbooks.

Perfil Socio Econômico dos Alunos da EaD

 

Moran falou também da questão da Pós Graduação a distância, citando uma defesa de mestrado feita a distância através de videoconfência, e mostrou sua indignação a proibição destas iniciativas no Brasil, citando o caso da Engenharia de Produção da UFSC.

Moran falou também do Sencond Life como experiência na Educação, o que me surpreendeu já que a “febre” do Second Life já passou e muita gente achava até que ele já havia morrido (eu incluso)

Moran citou e criticou também as Universidades que proíbem o uso de redes sociais, blogs e outros recursos em suas redes internas, e aqui é ponto positivo para a minha Universidade, UNIVALI, onde todos estes recursos são liberados.

Algumas questões da Aprendizagem a Distância

Ao falar de aprendizagem a distância Moran citou os modelos de teleaula e videoaula e a mudança dos modelos tradicionais para teleaulas, mais dramatizadas, no estilo Telecurso, o que segundo ele é uma tendência.

Para Onde Vamos

Com o Slide acima Moran terminou a sua apresentação e 3 questões que apareceram várias vezes em sua fala  ficaram para mim como reflexão

1ª – Educação Aberta – Moran falou muito de Educação Aberta, um assunto que nós da UNIVALI ouvimos também recentemente da Equipe do MEC que esteve conosco a alguns meses, estaria o MEC preparando algo novo neste sentido para as instituições?

2ª – Mobilidade – Moran falou várias vezes de mobilidade, até fez propaganda para o Iphone e Ipad da Apple (mas ao final da palestra ele me disse que prefere dispositivos com o Android do Google por ser mais aberto). A questão que fica é se nossos alunos vão preferir comprar Smartfones a Netbooks e se nós como universidade temos que adaptar todos os nossos sistemas para dispositivos móveis, e o mais importante é como vamos atuar como professores nestes dispositivos.

3ª – Redes Sociais – Moran usou pouco o termo redes sociais mas falou de ambientes informais de aprendizagem que incluem as redes como o Orkut, Facebook, Twitter, Delicious, e novamente o Desafio é tentar mesclar o uso destas redes em conjunto com o Ambiente Virtual da Instituição, ou quem sabe o ambiente Virtual será o apoio e a interação maior será nas redes, aí novamente falamos de Educação Aberta, como vamos avaliar, controlar, etc. O desafio é grande.

E para terminar este post o momento tiete, já que desde o início da minha vida como docente até hoje,  eu utilizo materiais do professor Moran junto com meu amigo Luiz Fernando.

 


Um portfolio para o Moodle

Em 2008 inciamos na UNIVALI a migração do Teleduc para o Moodle que foi customizado e recebeu o nome de Sophia.

Resolvemos começar a migração pelos Ambientes dos cursos de Graduação EaD. Uma deficiência do Moodle que nos causou problemas foi a ausência no Moodle e na comunidade de uma ferramenta de portfolio com funcionalidades semelhantes ao do Teleduc.

Com nossa base de professores que utilizavam o ambiente estava na faixa de 800 professores em mais de 1500 disciplinas por semestre e a maioria utilizando o portfolio, seria inviável migrar para um ambiente que não tivesse uma ferramenta semelhante para uso dos professores.

Desta forma decidimos que era necessária a criação ou adaptação de uma ferramenta de Portfolio que fosse semelhante ao do teleduc para que atendesse as necessidades dos docentes da UNIVALI.

O L2S (Laboratório de Soluçöes de Software) que é ligado ao Curso de Ciências da Computação da UNIVALI e responsável pelo desenvolvimento do Sophia adaptou uma ferramenta portfolio que havia na comunidade Moodle dando a ela as características do portfolio do teleduc. Na sequencia algumas imagens da ferramenta que chamamos de Portfolio UNIVALI.

O portfolio UNIVALI foi construído como um bloco no Moodle e diferente do teleduc faz uma divisão entre o portfolio do usuário e os Portfolios Compartilhados da turma.

Bloco Portfolio

Abaixo imagem dos portfolios compartilhados da turma, os que possuem ítens compartilhados tem o link em azul

O portfolio dá a possibilidade da postagem de comentários pelos professores e colegas de turma, nos ítens compartilhados pelo aluno

Aos que tiverem interesse em usar esta ferramenta, ela está disponível na Comunidade Moodle aqui